Trem do Vinho, Turismo no Sul do País

O trem do vinho

Trem do Vinho: A viagem demora cerca de 2 horas e a locomotiva percorre 23 km ao longo dos trilhos. Logo na primeira estação, onde é dada a partida do passeio, os passageiros já podem apreciar uma agradável degustação de vinhos.

A locomotiva utilizada é uma Maria Fumaça, o que traz um charme mais especial ao passeio turístico que vem atraindo vários visitantes ao longo dos anos.

O passeio além de proporcionar aos passageiros uma grande oportunidade de tirar fotos memoráveis, traz a grande oportunidade de aprender e vivenciar a história local.

Além das fotos que são uma grande lembrança da viagem, os passageiros ficam com os sabores dos vinhos gravados em suas memórias, a região vinícola é uma grande oportunidade de criar boas e únicas lembranças.

                  Percurso do trem do vinho

Você Pode Gostar de Ler: Como Se Tornar um Maquinista de Trem

Bento Gonçalves

Trem do Vinho: Locomotiva em Bento Gonçalves
Locomotiva em Bento Gonçalves

A estação de Bento Gonçalves se encontra na Serra Gaúcha, a cidade conta com a moradia da maior vinícola do Brasil, conhecida como Vinícola Aurora, portanto, não é de se surpreender que tantas pessoas busquem a cidade para apreciar o passeio no trem do vinho.

A cidade conta com vários locais que podem agradar aos visitantes, mas um dos destaques se encontra logo na entrada, um monumento em formato de barril de 17 metros de altura e que é chamado de Pipa Pórtico e foi construído em 1985. Essa recepção majestosa não é apenas um enfeite para deixar o local mais agradável aos olhos, ela tem um grande significado sobre a história da cidade que é ligada a criação de vinhos.

A estação é o ponto de partida do percurso feito pelo trem do vinho, e já apresenta aos passageiros uma degustação de vinhos de primeira qualidade. Os visitantes recebem uma taça para que possam fazer a degustação e já começam a apreciar a qualidade dos vinhos e descobrir o motivo da região ser conhecida como uma região vinícola e fazer tanto sucesso.

Os funcionários extremamente bem educados, caracterizados com trajes típicos e muito bem treinados, fazem toda a diferença na viagem e isso já é perceptível na primeira estação do trajeto. Todo o percurso é um prato cheio para os apreciadores de vinho e de história.

Garibaldi

Estação Turística de Garibaldi
Estação Turística de Garibaldi

A estação Garibaldi oferece mais uma degustação de vinhos para os passageiros do trem do vinho e uma calorosa recepção com música.

Garibaldi fica no meio do trajeto do trem do vinho, e assim como as estações de Bento Gonçalves e Carlos Barbosa, recebe seus convidados de forma que toda a história da região vinícola possa ser apreciada.

É mais uma cidade que carrega o vinho como parte da sua história e da economia local. Os turistas tem uma vasta opção de vinícolas para visitarem ao decidirem colocar Garibaldi em seu roteiro de viagens.

Outro ponto que chama a atenção dos visitantes é a arquitetura local, alguns prédios são tão bem preservados que é como fazer uma visita ao passado apenas ao olhar suas fachadas.

Carlos Barbosa

Maria Fumaça em Carlos Barbosa
Maria Fumaça em Carlos Barbosa

É a última estação visitada durante o percurso do trem do vinho, aqui os passageiros já podem começar a sentir o gostinho da saudade que a viagem deixará, mas a Maria Fumaça ainda fará o caminho de volta para a estação Bento Gonçalves.

É conhecida por ser a casa da empresa Tramontina, por seu time de futsal, e é um prato cheio para os turistas. Além das paisagens belas que fazem parte dos atrativos da cidade, possui o diferencial de ser parte do roteiro de viagem do trajeto do trem do vinho.

Viagem – Trem do Vinho

Durante todo o trajeto é possível apreciar a vivência dos imigrantes italianos que foram para a Serra Gaúcha, vinhos de qualidade, música e grande aprendizado histórico.

O passeio conta com funcionários devidamente caracterizados e muito bem treinados para tornar o momento o mais divertido e agregador possível. São contadas histórias e feitas algumas apresentações para os passageiros presentes.

A degustação de vinho não é a única atração disponível durante o trajeto do trem do vinho, são passadas algumas informações de extrema importância para o turismo da região, tornando a viagem um momento de descontração e aprendizado.

A viagem é feita em uma locomotiva extremamente conservada e que faz qualquer amante de trens se sentir no céu ao adentrar em seus vagões.

É recomendado chegar antecipadamente até a estação Bento Gonçalves, onde é feito o embarque da viagem no trem do vinho, para que assim o passageiro possa apreciar todos os atrativos que a estação tem para oferecer sem pressa e que possa aproveitar melhor o trajeto.

O soar do sino do trem, é o indicativo de que a aventura pelo mundo do vinho na Serra Gaúcha irá começar. É uma viagem inesquecível e que pode ser feita por adultos e crianças, pois não é oferecido apenas vinho para seus visitantes, mas também suco feito com uvas da melhor qualidade.

Observações: Trem do Vinho

O passeio ocorre nas quartas, sextas, sábados e domingos nos meses de janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho, agosto, setembro, outubro e novembro e todos os dias em julho e dezembro.

Os horários e trajetos são:

– Manhã:

9h – Bento Gonçalves/Garibaldi/Carlos Barbosa

10h45 – Carlos Barbosa/Garibaldi/Bento Gonçalves

– Tarde

14h – Bento Gonçalves/Garibaldi/Carlos Barbosa

16h – Carlos Barbosa/Garibaldi/Bento Gonçalves

Primeiro horário do passeio: 07:45h

Último horário do passeio: 14:50h

Endereço:

R. Duque de Caxias, s/n – Cidade Alta, Bento Gonçalves – RS, 95700-380

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *